Por Carlos Magno Gibrail

 

Ilustração: Pixabay

 

Religiosos, políticos, cientistas e esportistas com capacidade de liderança influenciaram gerações passadas, delineando crenças,  usos e costumes. A fase do consumo influenciado por personagens não necessariamente famosos, foi provavelmente iniciada ao fim do século XIX, no ano de 1890, com a marca Aunt Jemima de ingredientes para panqueca, que estampava na embalagem a ex-escrava Nancy Green. Devido ao sucesso, Nancy assinou um contrato vitalício para ser a porta-voz da marca. Durou 131 anos e não sobreviveu ao assassinato de George Floyd.

 

A Disney, a partir de 1920, com o coelho Osvaldo, iniciou…

Continue lendo em https://miltonjung.com.br/2020/09/03/influenciadores-sempre-existiram-no-digital-explodiram/comment-page-1/