Um dos principais legados da pandemia para o varejo mundo afora foram as lives animadas por artistas e patrocinadas por varejistas para entreter internautas presos em casa e, de quebra, vender produtos e serviços próprios ou de terceiros, em geral lojistas de pequeno e médio porte que expõem seus produtos nos marketplaces dessas varejistas.

Esse tipo de iniciativa, chamada livestreaming commerce, é apontada por especialistas como uma das grandes tendências para o varejo em 2020 por reunir entretenimento e vendas a consumidores muitas vezes com tempo livre em suas residências.

Adotada inicialmente por varejistas chineses, como o Alibaba, antes mesmo da pandemia, a moda pegou também nos países do Ocidente. No Brasil, Magazine Luiza escalou o apresentador Luciano Huck para uma iniciativa desse tipo na Black Friday do ano passado.

Um dos principais canais para esse tipo de evento tem sido o YouTube, maior plataforma de vídeos do mundo, do Google. Nesta semana, o próprio Google vai estrear uma iniciativa própria de livestreaming commerce. Chamado de Vitrine Digital, a live do YouTube vai promover produtos e serviços de pequenas e médias empresas brasileiras. Em cerca de uma hora, PMEs poderão apresentar seus produtos em seus próprios canais no YouTube.

As lives das empresas participantes serão divididas de…

Continue lendo em http://sbvc.com.br/google-vitrine-digital-youtube/